Micropigmentação Paramédica

É um procedimento minucioso e artístico que consiste na utilização de um aparelho, dermógrafo, para a implantação de pigmentos orgânicos e inorgânicos na epiderme/derme consoante seu fototipo.
A micropigmentação ou dermopigmentação é uma técnica que simula, por meio de desenho, a textura que pretendemos.
No caso da micropigmentação paramédica podemos redesenhar aréolas mamárias, disfarçar cicatrizes, camuflar manchas de vitiligo, disfarçar e corrigir falhas de alopecia aerata entre outras correções
Todos os procedimentos de micropigmentação paramédica, tem um impacto muito significativo na melhoria da qualidade de vida de quem nos procura.
Quando falamos por exemplo das aréolas mamárias, a micropigmentação não só melhora a aparência estética da mama, como ajuda a elevar a autoestima da mulher.

O que conseguimos

  • Redesenhar e micropigmentar as aréolas mamárias através da técnica 3D
  • Pigmentar e harmonizar as cicatrizes de queimaduras, acidentes ou cirurgias
  • Pigmentar, colorir ou disfarçar as manchas de vitiligo com o pigmento da cor ideal ao seu tom de pele
  • Camuflar e micropigmentar a fenda labial de pessoas que se submeteram à cirurgia de lábio Leporino

Importante!

A micropigmentação bem realizada é um procedimento temporário e tem uma durabilidade de 7 meses a 1 ano e meio. Essa durabilidade irá variar de pessoa para pessoa, dependendo dos cuidados de manutenção recomendados.
Após a primeira sessão de micropigmentação e decorridos entre 35 a 45 dias, por norma deverá ser realizado um retoque.
Esta técnica exclusiva é baseada no visagismo, respeitando a morfologia facial a naturalidade e respeitando o gosto pessoal dos nossos clientes. Assim como o linergismo, que é o estudo das linhas faciais.
O cliente que realize esta técnica, deve ficar atento a qualquer alteração cutânea após este procedimento. Sobretudo ser bastante rigoroso e atento com a empresa e profissional que praticam este serviço.
Deve estar atento, às normas de segurança, se os materiais são descartáveis e esterilizados, se a limpeza e assepsia das instalações estão em dia, se o profissional usa os equipamentos de proteção individual para evitar infeções cruzadas e sobretudo se é habilitado e tem experiência.
Lembre-se que seu rosto é seu cartão de visita, portanto, seu bem mais precioso!

Cuidados a ter após o procedimento

  • Hidratar a região micropigmentada com uma pomada específica
  • Utilizar água termal para acalmar a pele
  • Evitar aplicar água quente ou banhos com água morna no rosto nas primeiras 24 horas
  • Evitar a praia, piscinas e saunas nos primeiros 7 dias
  • Evitar a exposição solar nas primeiras semanas e usar sempre protetor solar na zona micropigmentada
  • Caso ocorra formação de pequenas crostas não coçar e não arrancar as mesmas
  • Evitar contacto tópico com animais mais precisamente na região que foi micropigmentada, para que não haja proliferação de microorganismos;
  • Evitar exercícios físicos intensos devido a vasodilatação dos poros já que o pigmento foi somente depositado na epiderme/derme.

Contraindicações

  • A micropigmentação não poderá ser realizada em pacientes com antecedentes alérgicos a tintas e pigmentos (caso pretenda realizar o procedimento somente com receita médica)
  • Não é recomendado a grávidas
  • Proibição a diabéticos ou pacientes que fazem uso de medicamentos anticoagulantes (este tipo de medicamentos prejudica a cicatrização da pele)
  • Não é indicada para pessoas que tenham histórico de queloides

Faça já a sua marcação

Marcar